Mudança do filtro de óleo

O filtro do óleo tem a função de filtrar as impurezas presentes no óleo do motor. A sua substituição consiste numa operação de manutenção essencial para manter a eficiência do motor e do próprio carro ao longo do tempo.

 

Nos carros é necessário substituir o óleo e o respetivo filtro de acordo com os intervalos de tempo ou quilometragem indicados na tabela de manutenção do próprio veículo.

 

Regra geral, nos motores a gasolina de última geração a mudança é necessária a cada 15.000 km, enquanto que nos carros a diesel a mudança deve ocorrer a cada 30.000 km.

 

Se o seu veículo já tiver vários anos, é recomendável trocar o óleo e o filtro com mais frequência, geralmente a cada 10.000 km, pois o desgaste dos componentes do motor pode consumir uma maior quantidade de óleo. Se fizer menos de 10.000 km com um veículo mais antigo, é aconselhável substituir o filtro a cada dois anos para manter a eficiência do motor.

 

Se, por outro lado, o seu carro estiver dentro da garantia, recordamos que, para evitar perdê-la, a troca do óleo e do filtro do motor deve ser realizada por um mecânico autorizado. Ao visitar uma oficina Driver Center terá a certeza que o trabalho será realizado por profissionais experientes e que possuem as ferramentas adequadas para as várias operações.

 

No que aos motociclos diz respeito, a troca do óleo e do filtro já não depende da quilometragem, mas do tipo de motociclo que possui. Assim sendo, recomendamos a troca nos intervalos de tempo indicados no manual de manutenção do veículo. Também é aconselhável realizar uma troca completa do óleo, já que a mudança do filtro requer a remoção total do lubrificante presente no motor.

 

As oficinas Driver Center estão preparadas para lhe prestar toda a ajuda necessária para executar estas operações, através da oferta de serviços e de aconselhamento sobre o tipo de óleo adequado para o seu veículo, com o fim de preservar a integridade do motor por mais tempo. Confiar o trabalho da troca de óleo e do filtro a um profissional representa uma segurança adicional para estas operações. Não é demais recordar que uma troca do filtro do óleo que não seja realizada profissionalmente pode danificar o motor.

 

FILTRO DO AR

O filtro do ar faz parte do sistema de alimentação que ajusta a quantidade de ar que entra do exterior na câmara de combustão. Tem como propósito filtrar e limpar o ar para impedir que objetos estranhos (como folhas, detritos ou mesmo água) entrem no motor, o que poderia provocar um consumo excessivo.

 

A presença de um filtro de ar muito antigo ou sujo pode resultar numa entrada de ar excessiva na câmara de combustão, provocando, como consequência, um maior consumo de combustível.

 

O filtro de ar deve ser substituído por um novo de acordo com os intervalos de tempo recomendados pelo manual de manutenção do veículo. Em geral, tendo por medida um normal uso citadino de um veículo, a estimativa do tempo de vida de um filtro de ar ronda os 20.000 / 30.000 km.

 

Nas oficinas Driver Center, pode verificar o estado do filtro e obter toda a ajuda necessária de técnicos especializados para realizar a substituição ou a limpeza do filtro.

 

Geralmente, a limpeza do filtro é uma operação que não é realizada se os filtros de ar forem de papel. Assim sendo, é uma prática que se costuma realizar apenas se os filtros forem de algodão, projetados para uma utilização desportiva, pois podem ser limpos com produtos específicos e contam com uma duração muito superior à do filtro de papel normal.

 

Os nossos profissionais podem garantir os melhores serviços e produtos para o seu veículo e para as suas necessidades.

 

FILTRO DE COMBUSTÍVEL

O filtro de combustível serve para impedir que as impurezas do combustível cheguem ao motor, o que poderia danificar o sistema de alimentação. Este deve ser substituído de acordo com os intervalos e quilometragem recomendados no manual de manutenção do veículo.

 

Dependendo do tipo de alimentação, os filtros de combustível têm prazos diferentes que devem ser cumpridos.

 

Modelos a diesel

Nos veículos modernos, o filtro incorpora também uma série de sensores de filtros de partículas, sendo por isso mais afetado pela presença de impurezas no combustível.

 

Os fabricantes de automóveis indicam nos livros de manutenção que o intervalo de substituição é à volta dos 50.000 / 60.000 km. Na realidade, se existir uma suspeita que o combustível que se está a utilizar está sujo ou é de menor qualidade, será apropriado realizar a substituição mais cedo.

 

Modelos a gasolina

Os modelos a gasolina não requerem uma substituição frequente do filtro. Os fabricantes recomendam a substituição do mesmo por volta dos 100.000 km. No entanto, essa quilometragem é indicativa para os carros de última geração. Se estivermos a falar de motores com carburador ou dos primeiros motores de injeção eletrónica, é aconselhável não exceder os 30.000 km.

 

Modelos GPL ou GNV

Nos modelos GPL ou GNV, a substituição do filtro deve ser realizada com mais frequência. Um filtro sujo causa perda de potência, o aparecimento de vibrações durante a aceleração e uma resposta lenta do acelerador.

 

A substituição do filtro de GPL deve ser realizada a cada 15 000 km, enquanto para que o filtro de gás natural deve ser substituído aos 30 000 km.

 

 

A troca do filtro do combustível deve ser realizada por um técnico qualificado, pois o sistema de combustível está sob pressão e pode haver perda de combustível, sendo que esse risco aumenta consideravelmente se forem realizadas manobras incorretas.

 

Os mecânicos Driver Center estão aptos para prestar um serviço de qualidade, com todo o profissionalismo e experiência, e para aconselhar sobre a altura indicada para efetuar a troca do filtro, para que possa garantir o máximo de eficiência do seu motor.

 

FILTRO DO HABITÁCULO

Os filtros do habitáculo são muito importantes para proteger o interior do carro dos agentes poluentes externos, que entram através do sistema de aquecimento, e preservar a saúde do motorista e dos passageiros.

 

A alta concentração de bactérias que se desenvolvem no interior do veículo pode contribuir para aumentar o aparecimento de náuseas, irritação das mucosas, dores de cabeça e reações alérgicas. Para evitar estes problemas deve garantir que os seus filtros estão intatos e em boas condições, pois isso é essencial para preservar a saúde de todos os passageiros.

 

Atualmente, as novas tecnologias possibilitam a colocação de filtros nos veículos que, além de filtrar todas as partículas procedentes do exterior, podem ainda purificar o ar e remover os odores. Nestes casos, as camadas de fibras não tecidas (não estão sobrepostas) são combinadas com uma camada de carvão ativado. Além disso, esses filtros conseguem ainda bloquear gases nocivos que causam tosse e dores de cabeça, através do uso combinado de filtros.

 

Estes filtros encontram-se situados antes do sistema de ventilação e estão conectados ao sistema de ar condicionado.

 

Para a substituição destes filtros não existem recomendações especiais por parte dos fabricantes, portanto, o que determina a deterioração dos filtros e a necessidade de trocá-los é o tipo de uso conferido ao veículo.

 

Os filtros de ar devem ser substituídos em intervalos curtos, principalmente se conduz em áreas urbanas com alta concentração de fuligem proveniente das indústrias, ou em veículos movidos a diesel que tendem a bloquear rapidamente o filtro do habitáculo.

 

É aconselhado que a substituição dos filtros do habitáculo seja realizada por um profissional quando o fluxo de ar do sistema de aquecimento ou do ar condicionado perde força e apresenta um cheiro desagradável.

 

Recomenda-se fazer a verificação do filtro do habitáculo numa oficina Driver Center para, se necessário, substituí-lo e desinfetar os canais de ar com a utilização de produtos antibacterianos específicos para eliminar todas as impurezas.

 

FILTRO DO AR CONDICIONADO

É aconselhável controlar e desinfetar o filtro do ar condicionado com a chegada do verão, sendo que a manutenção e limpeza destes filtros é particularmente importante para a saúde.

 

Um sistema não desinfetado pode favorecer a circulação de uma série de impurezas no habitáculo que aumentam o risco de problemas respiratórios, além de comprometer o desempenho do ar condicionado no que à temperatura e ao normal fluxo do ar condicionado diz respeito.

 

É altamente recomendável solicitar uma verificação dos filtros a um técnico qualificado da Driver Center, para que este possa proceder à desinfestação do sistema de ar condicionado para evitar a formação de fungos, que se formam devido à humidade presente no ar e que contribuem para um ar pouco saudável.

 

Além disso, os nossos profissionais verificarão se o gás de refrigeração é suficiente ou, pelo contrário, se é necessário efetuar uma recarga. Normalmente, estas verificações serão realizadas se levar o seu veículo a uma oficina Driver Center para realizar a inspeção.